Indexação de imagens: escrever sobre sem jamais ter feito / A imagem, o som, o tempo

Indexação de imagens: escrever sobre sem jamais ter feito

Escrevi estas linhas ácidas depois de ler um texto de autores brasileiros acadêmicos sobre o tema e, mais uma vez, me perguntar por que leio esse tipo de texto. Não estou, entretanto, me referindo apenas a um texto específico, mas a uma série de artigos do mesmo tipo que leio só para me perguntar por que perdi meu tempo lendo.

#Biblioteconomia #Indexação

via A imagem, o som, o tempo

Disponível em: https://imagemfalada.wordpress.com/2024/07/15/indexacao-de-imagens-escrever-sobre-sem-jamais-ter-feito/

Boletim da Biblioteconomia: Edição 85 é dedicada ao letramento racial / CFB

Boletim da Biblioteconomia: Edição 85 é dedicada ao letramento racial

Nesta edição especial, destacamos entrevistas e artigos que exploram a importância do letramento racial na biblioteconomia. Entre os conteúdos, você encontrará discussões inspiradoras de bibliotecárias indígenas e negras, que compartilham suas experiências e desafios na profissão.

#BiblioteconomiaNegra #EducaçãoAntirracista #Biblioteconomia #CFB

via CFB

Disponível em: http://repositorio.cfb.org.br/bitstream/123456789/1434/1/Boletim%20n%c2%ba85-%20Entrevista%20Minista%20da%20Cultura.pdf

Inteligência artificial em estudos de informação e biblioteconomia / E-Ciências de la Informacion

Inteligência artificial em estudos de informação e biblioteconomia

O objetivo deste trabalho é traçar um quadro de referência para saber quais tipos e elementos compõem um programa baseado em inteligência artificial (IA), isso permitirá formular propostas de aplicação na área de Biblioteconomia e estudos de informação.

#IA #Biblioteconomia

Disponível em: https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/eciencias/article/view/57949

Organizar para socializar: a função social da mediação documentária / Cristina Dotta Ortega

Organizar para socializar: a função social da mediação documentária, organizado por Cristina Dotta Ortega

A organização da informação é composta por processos que são parte do conjunto das ações de mediação entre documentos e públicos, cujo objetivo é o de produzir condições para a apropriação da informação por estes. Essas ações referem-se à produção de mensagens organizadas sistemicamente sobre objetos e seus mecanismos de navegação e busca, que são mobilizadas pela produção e oferta de produtos, serviços e demais atividades, potencializando seu acesso e uso.

#LivrosCI #MediaçãoDocumentária #Biblioteconomia

Disponível em: https://ebooks.marilia.unesp.br/index.php/lab_editorial/catalog/book/444

Área de Biblioteconomia e Ciência da Informação da USP é a primeira do Brasil

Área de Biblioteconomia e Ciência da Informação da USP é a primeira do Brasil

Marivalde acredita que é importante enfatizar o fato da área estar entre as 100 melhores do mundo e não a comparação com as outras universidades brasileiras. Ele conta que ficou positivamente surpreso ao tomar conhecimento do resultado: “por estarmos dentro do curso, muitas vezes não temos essa dimensão”, explica.

#Biblioteconomia #Rankings #SCImago

via ECA/USP

Disponível em: https://www.eca.usp.br/noticias/cbd-departamento-de-informacao-e-cultura/area-de-biblioteconomia-e-ciencia-da-informacao

Democracia: uma definição moderna para o campo da Biblioteconomia

Democracia: uma definição moderna para o campo da Biblioteconomia

O campo da Biblioteconomia e da Ciência da Informação escreve frequentemente sobre democracia e é um conceito central que sustenta muitas práticas bibliotecárias comuns, mas carece de uma definição prática de democracia moderna. Este artigo fornece uma definição mínima de democracia especificamente para a Ciência da Informação e expande o conceito para abranger um conceito mais empiricamente preciso dos papéis das bibliotecas nas sociedades democráticas, que inclui a sociologia da democracia, onde as bibliotecas desempenham um papel mais significativo.

#Democracia #Biblioteconomia

Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/JD-01-2024-0021/full/html

Como fazer networking na Biblioteconomia?

Como fazer networking na Biblioteconomia?

Participar destas entidades e construir seu networking abre portas para novas oportunidades de trabalho, colaborações e aprendizados, expandindo seus horizontes e impulsionando sua carreira, além de te tornar um participante ativo na construção de um futuro melhor para a nossa profissão

via CFB

#Biblioteconomia

Disponível em: https://cfb.org.br/noticias/como-fazer-networking-na-biblioteconomia/

O que faz um bibliotecário?

O que faz um bibliotecário?

A Biblioteconomia é prima do Jornalismo, mas calma, vou te explicar o porquê. Lembra que lá no início da matéria falamos que a Biblioteconomia estava dentro de uma área maior chamada Ciência da Informação? Pois bem, segundo a divisão do Ministério da Educação (MEC) a Ciência da Informação e a Comunicação Social, estão dentro de uma grande área chamada Comunicação & Informação, fazendo portanto as mesmas serem classificadas como irmãs

via O Povo

#Biblioteconomia

Disponível em: https://www.opovo.com.br/noticias/fortaleza/2024/04/27/o-que-faz-um-bibliotecario.html

Editorial: Desbravando os territórios da Biblioteconomia, por Antonio Agenor Briquet de Lemos

Editorial: Desbravando os territórios da Biblioteconomia, por Antonio Agenor Briquet de Lemos

Chegamos a um ponto em que, como profissão, temos que nos voltar para oferecer à população, de uma forma que sempre busque a universalização do atendimento, e que vá do lado lúdico que o espaço da biblioteca tem a oferecer, até ao lado mais sisudo e acadêmico da informação especializada. Sem perder de vista que, para saber pesquisar, no território da ciência, inclusive da informação, será preciso saber fazer, no velho e eterno território das bibliotecas. Território onde, como neste editorial, sempre acontecerá o encontro entre passado, presente e futuro.

via Divulga-CI

#Biblioteconomia

Disponível em: https://www.divulgaci.labci.online/v-2-n-3-mar-2024/desbravando-os-territorios-da-biblioteconomia-por-antonio-agenor-briquet-de-lemos/

Ciência de Dados “na prática” para profissionais da informação

Ciência de Dados “na prática” para profissionais da informação

Na Ciência de Dados, as ferramentas mudam com certa velocidade. Então é importante que os profissionais da informação sejam adaptáveis e ágeis com conhecimento tecnológico e que tenham vontade de aprender independentemente.

#CiênciaDeDados #Biblioteconomia #

via Blog PPEC

Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/blog/index.php/2023/07/18/ciencia-de-dados-na-pratica-para-profissionais-da-informacao/

Biblioteconomia brasileira: textos fundadores, organizado por Cesar Augusto Castro, Diana Rocha da Silva

Biblioteconomia brasileira: textos fundadores, organizado por Cesar Augusto Castro, Diana Rocha da Silva (2023)

Ao preservar a sua história e a sua memória, a Biblioteconomia manterá viva a presença das mulheres e dos homens que criaram e ensinaram em escolas e cursos, que organizaram e administraram instituições, colocaram em prática saberes, estabeleceram regras e normas, realizaram eventos, publicaram livros, artigos e editaram revistas, além de, principalmente, terem trilhado caminhos, dos quais seremos eternos devedores, em parceria a outros profissionais, políticos e entre eles mesmos.

#LivrosCI #FundamentosDaCI #Biblioteconomia #HistóriaDaBiblioteconomia

Disponível em: https://www.edufma.ufma.br/index.php/produto/biblioteconomia-brasileira-textos-fundadores/

130 Perguntas e respostas sobre bibliotecas e bibliotecas

130 Perguntas e respostas sobre bibliotecas e bibliotecas (2023)

Uma produção do Centro Nacional de Información de Ciencias Médicas.

Taí um material muito bacana pra disciplina de Fundamentos em Biblioteconomia; ou até mesmo dar um up das mídias sociais de cursos de Biblioteconomia.

#LivrosCI #FundamentosDeBiblioteconomia #Biblioteconomia #FundamentosDeBiblioteconomia

Disponível em: http://repositorio.eduniv.cu/files/original/6c13236b2be6bb9014bc49549c2ae566.pdf

Nas trilhas da Biblioteconomia e dos Estudos Literários: memórias e projeções sobre lá e aqui, por Wellington Marçal

Nas trilhas da Biblioteconomia e dos Estudos Literários: memórias e projeções sobre lá e aqui, por Wellington Marçal

Das horas intermináveis que fiquei dentro da Biblioteca do Presidente Dutra, em muitas conversas com a professora que trabalhava no Setor, vi surgir, ainda sem muito entendimento, o desejo de seguir os estudos em algo que não fazia muito sentido para mim, cujo nome era “faculdade”, “universidade”, ou ainda, “curso superior”. Talvez pela experiência próxima com a Biblioteca colegial, decidi cursar Biblioteconomia na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

via Divulga-CI

#Biblioteconomia

Disponível em: https://www.divulgaci.labci.online/v-1-n-9-nov-2023/nas-trilhas-da-biblioteconomia-e-dos-estudos-literarios-memorias-e-projecoes-sobre-la-e-aqui-por-wellington-marcal/

Biblioteconomia contemporânea: apontamentos e perspectivas

Biblioteconomia contemporânea: apontamentos e perspectivas

Assim, podemos delinear três momentos que marcam as transformações da área: 1) de início, numa perspectiva que pode ser denominada como tradicional, marcada pelo viés tecnicista, pelo acúmulo de grandes coleções e pelo edifício; 2) num segundo momento, temos uma Biblioteconomia voltada ao acesso, disponibilização e compartilhamento da informação; e, 3) o terceiro momento, marca a contemporaneidade, que privilegia a utilização do espaço da biblioteca para além do suporte informacional, buscando uma atuação mais participativa, colaborativa e voltada à aprendizagem e a construção do conhecimento pelas comunidades.

#Biblioteconomia

Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/biblio/article/view/67386

Proudly powered by WordPress | Theme: Content by SpiceThemes

Pular para o conteúdo